MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Datafolha: nova pesquisa aponta vitória de Lula no primeiro turno; veja

O ex-presidente Lula venceria no primeiro turno se as eleições acontecessem nesta quinta-feira (23), diz levantamento realizado pelo Instituto Datafolha

Jean Albuquerque | [email protected]
Publicado em 23/06/2022, às 19h33

Ex-presidente Lula ao lado do ex-governador Alckmin, seu vice na chapa do PT
Ex-presidente Lula ao lado do ex-governador Alckmin, seu vice na chapa do PT - Divulgação - Datafolha: vitória de Lula no primeiro turno
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Uma nova pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (23), aponta para a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno, caso o pleito eleitoral fosse realizado hoje. Saiba mais detalhes. 

Segundo o levantamento, Lula tem 47% das intenções de votos, já o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) soma apenas 28%. O pedetista Ciro Gomes (PDT) aparece na sequência com 8%,Janones (AVANTE) ocupa a quarta posição ao ficar com 2%. Simone Tebet (MDB), Pablo Marçal (PROS) e Vera Lúcia (PSTU) ficaram com 1%.

+++ CPI do MEC: comissão consegue assinaturas necessárias para abrir investigação; veja quem assinou

Por que Lula venceria no primeiro turno? Entenda pesquisa do Instituto Datafolha

O petista Lula venceria no primeiro turno se as eleições de 2022 acontecessem hoje porque tem 53,4% dos votos válidos. Outras pesquisas também chegaram a apontar a vitória do ex-presidente no 1º turno. 

O Instituto Datafolha entrevistou entre os dias 22 e 22 de junho, 2.556 eleitores em 181 cidades de todo o país. O relatório encomendado pela Folha foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 09088/2022. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Veja o que é destaque no plano de governo lançado por Lula e Alckmin

A chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) lançou na terça-feira (21) o plano de governo que irá disputar a presidência da República. As novas propostas ampliam o esboço que foi enviado aos partidos da coligação da campanha petista no dia 6 de junho. Saiba mais detalhes. 

Entre as propostas, há a manutenção da revogação do teto de gastos, alteração em partes da reforma trabalhista, além da proteção ao meio ambiente, à imprensa e valorização da carreira policial. Outro ponto no documento, que tem desgastado a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), trata-se da política de preço de combustíveis. 

Uma das promessas de campanha e que compõe o plano de governo está relacionada à tributação de grandes riquezas. "Vamos fazer os muito ricos pagarem imposto de renda, utilizando os recursos arrecadados para investir de maneira inteligente em programas e projetos com alta capacidade de induzir o crescimento, promover a igualdade e gerar ganhos de produtividade", diz o documento. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.