MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Seleções e jogadores da Copa do Mundo 2022 usarão braçadeira de arco-íris em protesto ao Catar

Primeiro jogo da Copa do Mundo 2022 está marcado para o próximo domingo (20), às 13h, no Catar, localizado na Ásia Ocidental; saiba mais detalhes

Bolas de futebol estampada com bandeiras de países que participam da Copa do Mundo
Bolas de futebol estampada com bandeiras de países que participam da Copa do Mundo - Divulgação - Copa do Mundo 2022
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

[email protected]

Publicado em 17/11/2022, às 17h24

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A declaração de que a homosexualidade produziria um "dano à mente", foi dada por um embaixador oficial da Copa do Mundo 2022 gerou protesto no Catar, país sede da maior competição de futebol do planeta. Em resposta, seleções e jogadores usarão braçadeira de arco-íris, símbolo da luta da população LGBTQIA+.  

Entre as polêmicas e declarações desastrosas, especialistas ouvidos pela BCC News afirmam que essa será a Copa do Mundo mais politizada em toda a sua história. O fundador do Kop Outs, que é um grupo de torcedores LGBTQIA+ do time inglês Liverpool, foi um dos convidados junto ao seu marido para uma turnê organizada pelo comitê da Copa do Mundo. 

Sobre as declarações, ele afirmou à BBC: "minha esperança inicial era que, assim como fizeram com as melhorias para os trabalhadores imigrantes, eles [os organizadores] apresentassem algumas medidas para melhorar a vida das pessoas LGBT+". E ainda acrescentou que "é inconcebível pensar em ir agora que ficou claro que as autoridades do Catar continuam maltratando pessoas LGBT+."

+ Catar pode sofrer críticas SEVERAS durante a Copa do Mundo 2022. Entenda os riscos

Protesto dos jogadores 

As críticas também têm partido de políticos internacionais e grupos de direitos humanos, e já chegaram a ter protestos em campo. Neste caso, a Dinamarca irá usar uniforme que não deixa em evidência os logotipos do país e da marca da camisa. 

Jogadores e seleções dos países, como Inglaterra, França, Alemanha e Bélgica, inclusive a Dinamarca, também irão usar uma braçadeira com o logotipo do arco-íris da OneLove, uma campanha que promove a inclusão e igualdade.

A Fifa, até o momento, não esclareceu se o uso da braçadeira pode violar as regras da Copa do Mundo, que proíbem os jogadores a fazerem declarações políticas durante as partidas da competição. 

De acordo com o acadêmico e advogado esportivo, Gregory Ioannidis, ouvido pela BCC News, a Fifa tem dificuldades e não consegue estipular um limite do que deve ou não ser considerado como manifestação política.

Ioannidis afirmou que "os jogadores da Noruega recentemente colocaram uma manifestação em suas camisas, a pergunta é: 'Isso equivale a uma declaração política?'. Não sei, você pode me definir o que é uma declaração política? Acho que ninguém pode, e esse é o problema que a Fifa está enfrentando no momento."

Sobre esse episódio citado pelo especialista, os jogadores noruegueses usaram camisas com os dizeres "Direitos humanos dentro e fora do campo", em uma partida eliminatória da Copa. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.