MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Reajuste salarial dos servidores deve ocorrer em 2023. Governo define taxas de até 18%

Representantes dos servidores públicos e do Ministério da Economia se reuniram nesta terça (23) para definir o reajuste salarial dos servidores em 2023

Um homem segura notas de dinheiro
Um homem segura notas de dinheiro - Agência Brasil - reajuste salarial a servidores em 2023
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

[email protected]

Publicado em 23/08/2022, às 16h46

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O presidente Jair Bolsonaro (PL) tinha prometido o reajuste salarial apenas para categorias da segurança pública, mas não chegou a cumprir a promessa, o que causou um desgaste com a base aliada do governo. Após pressão, afirmou que daria reajuste linear de 5% para todos, mas confirmou que não iria mais haver reajuste este ano. 

O reajuste pode ocorrer em 2023. O governo federal tem afirmado que as taxas podem ficar em até 18%. Tentado definir esse reajuste, houve uma reunião nesta terça-feira (23) entre representantes dos servidores públicos e do Ministério da Economia. Dentro da pauta, a discussão sobre o reajuste salarial para a categoria e a inclusão da medida na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023. 

++++ Auxílio-inclusão: veja quem tem direito e como receber mais de R$ 600 por mês

Governo define taxas do reajuste a servidores de até 18%

O orçamento do próximo ano precisa ser apresentado ao Congresso até 31 de agosto, o que significa que o governo está ficando sem tempo. Há poucos dias, o presidente Jair Bolsonaro prometeu incluir correções no documento, mas não fez menção a valores.

No primeiro semestre de 2022, a Ministério da Econômica prometeu um reajuste linear de 5% na categoria, mas recuou após forte insatisfação. A defasagem, acumulada ao longo dos anos, pode ter superado 32% em dezembro ante a pretensão dos empregados de 19,99%, somada à reestruturação de carreira.

Sobre o assunto, a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) afirmou que o “Judiciário e Legislativo já vêm se movimentando e sinalizam reposição salarial a ministros, parlamentares e servidores das Casas que podem variar de 9,6% a 18%. No caso do Executivo, as propostas para servidores são prerrogativa exclusiva desse Poder que tem como autoridade máxima o presidente da República, Jair Bolsonaro”.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.