MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

Em busca de emprego? Sebrae releva quem mais contrata com carteira assinada

Confira quais são os setores que mais contratam trabalhadores, informação importante na hora de buscar emprego formal

Carteira de trabalho em cima de várias notas de cem reais
Carteira de trabalho em cima de várias notas de cem reais - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

[email protected]

Publicado em 04/09/2023, às 17h16

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Esta notícia pode interessar a quem está em busca de emprego. Em um cenário de recuperação econômica, as Micro e Pequenas Empresas (MPEs) no Brasil se destacam como os principais motores na criação de empregos com carteira assinada.

De acordo com um levantamento realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e divulgado pela Agência Brasil, em julho, esses pequenos negócios absorveram impressionantes 79,8% das vagas de emprego formal geradas no país, totalizando 113,8 mil postos de trabalho de um montante de 142,7 mil.

Esse resultado significa uma média de 3.670 novas vagas formais criadas diariamente pelas MPEs. Esse desempenho é notavelmente superior ao registrado pelas médias e grandes empresas (MGEs), que responderam por apenas 13,5% das vagas criadas, totalizando 19.229 empregos.

As instituições sem fins lucrativos contribuíram com 3.813 vagas, enquanto pessoas físicas geraram 6.032 empregos, e a administração pública apresentou um saldo negativo de 200 postos de trabalho.

O critério adotado pelo Sebrae para classificar microempresas é de até nove empregados no setor de agropecuária, comércio e serviço, ou até 19 funcionários na indústria e mineração. Já as pequenas empresas são aquelas que contam com até 49 trabalhadores no setor de agropecuária, comércio e serviço, ou até 99 empregados na indústria e mineração.

Esse resultado positivo reflete uma tendência que já dura sete meses consecutivos, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. A última vez que as MPEs registraram mais demissões do que admissões foi em dezembro, período sazonalmente marcado pelo término de contratos temporários relacionados às festas de fim de ano.

Vale destacar que o índice alcançado pelas MPEs em julho de 2023 só fica atrás do registrado em janeiro, quando elas foram responsáveis por impressionantes 81% das contratações.

+Feriados de Fim de Ano: veja TODAS as datas para você se programar

Vai buscar emprego? Veja os melhores setores

Os setores que mais contribuíram para a abertura de empregos nas MPEs em julho foram:

  • serviços, com 46,7 mil vagas;
  • construção, com 26,1 mil vagas; e
  • comércio, com 25 mil vagas.

Entre as atividades que mais se destacaram estão a construção de edifícios (8,6 mil vagas), restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas (5,8 mil), e transporte rodoviário de carga (4,4 mil).

No caso das médias e grandes empresas, a criação de ocupação com carteira assinada se concentrou principalmente na indústria de transformação (6,5 mil), serviços (5,8 mil) e agropecuária (4,7 mil).

No acumulado de 2023, as MPEs continuam liderando, com 70,8% do total de 1,1 milhão de empregos formais criados no Brasil, o que representa 825,4 mil postos de trabalho. As MGEs, por sua vez, respondem por 16,4% desse total.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, avalia que esses números refletem a confiança dos pequenos empreendedores no aquecimento da economia. "A partir de indicadores cada vez mais positivos, somados ao controle da inflação e à perspectiva de continuidade na queda da taxa de juros, os donos de pequenos negócios estão retomando o otimismo. É a confiança de que o país é capaz de acelerar o ritmo de crescimento que faz os empreendedores criarem vagas de emprego", destaca.

É importante ressaltar que tanto em julho quanto no acumulado do ano, todos os estados e o Distrito Federal apresentam saldos positivos de empregos formais nas Micro e Pequenas Empresas.

+++Acompanhe as principais notícias no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.