MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Casa Verde e Amarela: financiamento da Caixa de até 35 anos; veja detalhes

A Caixa iniciou nesta quinta-feira (1) a ampliação do prazo para financiamento do programa Casa Verde e Amarela; veja todos os detalhes sobre a medida

Um chaveiro com chaves
Um chaveiro com chaves - Divulgação - Casa Verde e Amarela
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

[email protected]

Publicado em 01/09/2022, às 17h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma ótima notícia para quem sonha com a casa própria. O programa Casa Verde e Amarela (CVA) do governo federal ampliou o prazo para financiamento. A Caixa Econômica Federal iniciou nesta quinta-feira (1) oferta de financiamento imobiliário que passou de 30 para 35 anos, de acordo com a Lei 14.438/22. 

Essa medida permitirá a redução do valor do financiamento parcelado, pois o valor principal é diluído em um período de amortização maior. Isso deve ajudar a estimular a compra de imóveis por meio do programa. 

++++ Eleições 2022: Mesários poderão acionar polícia caso eleitores recusem entrega de celular e armas

Saiba mais detalhes sobre o Casa Verde Amarela 

O banco público opera o CVA quase sozinho, respondendo por 99,9% dos investimentos do programa. O orçamento deste ano está estimado em 68 bilhões de reais, segundo o banco público, que espera estimular o setor por meio da medida.

Novos valores do programa?

  • Grupo 1 - famílias que possuem renda total de até R$ 2,4 mil 
  • Grupo ⅕ - famílias que possuem renda total de R$ 2,6 mil a R$ 3 mil
  • Grupo 2 - famílias que possuem renda total de R$ 3 mil a R$ 4,4 mil 
  • Grupo 3 - famílias que possuem renda total de R$ 4,4 mil a R$ 8 mil 

Alfredo Santos, ministro nacional da habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional, afirmou à Agência Brasil em julho, que as medidas aumentaram a capacidade de financiamento das famílias em até 19 mil reais.

Com mais famílias aproveitando a faixa mais baixa do programa, a redução dos juros ficará entre 0,75 e 1,16 pontos percentuais, dependendo da renda do mutuário. Taxas de juros mais baixas beneficiaram 31% da carteira da Casa Verde e Amarela, disse ele.

Também em julho, foi aprovado o programa Pró-Cotista de isenção de juros para quem não pode usar a Casa Verde e Amarela pelo Conselho Curador do FGTS. Neste caso, a taxa de juros anual para imóveis de até R$ 350 mil cairá de 8,66% para 7,66%. Os juros das unidades acima desse valor caíram de 8,66% ao ano para 8,16% ao ano.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.