Tudo Sobre

Concurso TRF 3 (SP e MS) 2021 - Técnico e Analista

Concurso TRF 3 SP/MS: definida banca preliminar para técnicos e analistas

Novo concurso TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3 Região) será para 15 vagas de técnicos e analistas. Níveis médio e superior, até R$ 12,4 mil



Fernando Cezar Alves | [email protected]
Publicado em 16/08/2021, às 19h14 - Atualizado em 17/08/2021, às 13h57

Concurso TRF 3 SP/MS: sede do TRF 3 SP/MS
Concurso TRF 3 SP/MS: sede do TRF 3 SP/MS - Google Maps

O concurso TRF 3 SP/MS (Tribunal Regional Eleitoral da 3 região), que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, já conta com banca preliminarmente definida. De acordo com informações divulgadas pelo órgão, no pregão eletrônico realizado no último dia 6 de agosto, a melhor proposta foi apresentada pelo Instituto Universal de Desenvolvimento Social (Iuds). Porém, o processo segue em fase de análise de documentos, antes de o nome da empresa ser oficialmente confirmado, o que pode ocorrer já nos próximos dias. Novas informações devem ser confirmadas em breve.

Vale ressaltar que, uma vez assinado o contrato com a vencedora, o prazo será de dez dias para concluir o edital e 12 dias para a publicação do edital de abertura de inscrições. Desta forma, caso a assinatura ocorra ainda em agosto, o edital poderá ser liberado em setembro.  Ao que tudo indica, em agosto dificilmente ainda haverá tempo hábil para a liberação.

Ao todo serão oferecidas 15 vagas iniciais, sendo nove para técnicos, com exigência apenas de ensino médio, e seis para analistas, com necessidade de nível superior. No caso dos técnicos, o inicial é de R$ 7.591,37, enquanto para analistas, a remuneração em início de carreira é de R$ 12.455,30.

A distribuição das vagas de técnicos, pelas respectivas áreas, é a seguinte:

  • área administrativa - especialidade segurança e transporte - 5 vagas (São Paulo, capital)
  • área apoio especializado - especialidade enfermagem - 1 (São Paulo, capital)
  • área administrativa - especialidade segurança e transporte - 2 (São Paulo, interior)
  • área administrativa - especialidade segurança e transporte - 1 (Mato grosso, para as cidades de Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Naviraí, Porã e Três Lagoas).


No caso de analista, a distribução das oportunidades será a seguinte:

  • área apoio especializado - medicina/psiquiatria - 1 vaga (São Paulo, capital)
  • medicina do trabalho - 1 (São Paulo, capital)
  • psicologia do trabalho - 1 (São Paulo, capital)
  • psicologia clínica - 1 (São Paulo, capital)
  • Serviço social - 1 (São Paulo, capital)
  • medicina clínica geral 1 (Mato Grosso, em Campo Grande)

Concurso TRF 3 SP/MS: veja as exigências de cada cargo

Quem pretende participar do concurso TRF 3 SP/MS deve ficar atento para as exigências de cada carreira, que são as seguintes:

Técnico Judiciário:

  • técnico judiciário na área administrativa especialidade segurança e transporte :
    Curso de ensino médio completo (antigo 2º grau) ou equivalente, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e Carteira Nacional de Habilitação - categoria “C” ou “D”. (cf. Resolução CJF nº 212/1999)
  • técnico judiciário na área de apoio especializado enfermagem - curso técnico de enfermagem, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), registro no Conselho Regional de Enfermagem e 2 anos de experiência profissional em Enfermagem. (cf. Resolução CJF nº 212/1999)

Analista Judiciário:

  • analista judiciário - área de apoio especializado medicina (psiquiatria) - curso superior completo de Medicina, fornecido por instituição de nível superior, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), com especialização na área de Psiquiatria e registro profissional no Conselho correspondente.
  • analista judiciário - área de apoio especializado medicina (do trabalho) - curso superior completo de Medicina, fornecido por instituição de nível superior, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), com especialização em Medicina do Trabalho e registro profissional no Conselho correspondente.
  • analista judiciário - área de apoio especializado medicina (clínica geral) - curso superior completo de Medicina, fornecido por instituição de nível superior, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), registro profissional no Conselho correspondente e 2 anos de experiência profissional em Clínica Médica. (cf. Resolução CJF nº 212/1999)
  • analista judiciário - área de apoio especializado psicologia (do trabalho) - curso superior completo de Psicologia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho correspondente (cf. Resolução CJF nº 640/2020).
  • analista judiciário - área de apoio especializado psicologia (clínica) - curso superior completo de Psicologia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho correspondente. (cf. Resolução CJF nº 640/2020)
    analista judiciário - área de apoio especializado serviço social - curso superior completo de Serviço Social, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Serviço Social. (cf. Resolução CJF nº 212/1999)

Concurso TRF 3 SP/MS: veja mais datas do cronograma preliminar

De acordo com o cronograma preliminar do concurso TRF 3 SP/MS , com a publicação do edital, 12 dias após a assinatura do contrato com a empresa, o recebimento das inscrições terá início dentro de mais 12 dias da publicação do edital. Já a aplicação das provas deve ocorrer em um prazo de 60 dias após a publicação do edital de abertura de inscrições.

A divulgação da lista de aprovados na prova objetiva, redação e estudo de caso deve ocorrer 46 dias após a aplicação, juntamente com a convocação para as provas práticas.

A aplicação da prova prática deve ocorrer 33 dias após a convocação, com divulgação dos resultados finais em um prazo de 180 dias da assinatura do contrato com a empresa.

Concurso TRF 3 SP/MS: saiba como serão as provas

No concurso TRF 3 SP/MS, a seleção contará com provas objetivas, estudos de caso e provas práticas, variando de acordo com o cargo, da seguinte forma:

  • técnico judiciário área administrativa especialidade segurança e transporte - prova objetiva com 80 questões, redação e prova de capacidade física
  • técnico judiciário área apoio especializado especialidade enfermagem - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso
  • analista judiciário área apoio especializado especialidade medicina (psiquiatria) - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso
  • analista judiciário área apoio especializado especialidade medicina do trabalho - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso
  • analista judiciário área apoio especializado especialidade medicina (clínica geral) - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso
  • analista judiciário área apoio especializado especialidade psicologia (do trabalho) - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso
  • analista judiciário área apoio especializado especialidade psicologia clínica - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso
  • analista judiciário área apoio especializado especialidade serviço social - prova objetiva com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (com peso dois), além de duas questões discursivas com estudo de caso

A duração das provas será de 4h30, exceto para o cargo de técnico judiciário na área administrativa especialidade segurança e transporte, que será de cinco horas.

As provas objetivas, estudo de caso e discursiva ocorrerão na cidade de São Paulo para os candidatos de São Paulo e em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul

Para técnico na área de segurança e transporte, os aprovados contarão com provas práticas de capacidade física. Serão convocados os 120 primeiros colocados para o TRF (sendo 20 negros), 120 para a seção judiciária de São Paulo (sendo 20 negros) e 12 para Mato Grosso do Sul (sendo 2 negros)

Concurso TRF 3 SP/MS: saiba como foi a última seleção

O último concurso TRF 3 SP/MS ocorreu em 2019, quando foram oferecidas 9 vagas imediatas, sendo 5 para técnicos e 4 para analistas. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.

No caso de técnico, as oportunidades foram para as áreas administrativa (4 postos) e apoio especializado - informática (1). Para analistas, postos para a área judiciária (3) e apoio especializado - informática (1)

A distribuição das vagas foi feita da seguinte forma:

Cidade de São Paulo: analista - área judiciária (1 posto), analista - especialidade informática (1), técnico - área administrativa (1) e técnico - especialidade informática (1).
Seção Judiciária do Estado de São Paulo: analista - área judiciária (2) e técnico - área administrativa (2).

Seção Judiciária do Estado de Mato Grosso do Sul: técnico - área administrativa (1).

Além da capital, a Seção Judiciária do Estado de São Paulo abrange as cidades de Americana, Andradina, Araçatuba, Araraquara, Assis, Avaré, Barretos, Barueri, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Caraguatatuba, Catanduva, Franca, Guaratinguetá, Guarulhos, Itapeva, Jales, Jaú, Jundiaí, Limeira, Lins, Marília, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Ourinhos, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Vicente, Sorocaba, Taubaté e Tupã.

Para técnico, a avaliação contou com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos, respectivamente, com pesos 1 e 3, além de redação para a área administrativa, com peso 1, e estudo de caso para área de informática, com peso 2.

No caso do analista, foram 2 de conhecimentos gerais, com peso 1, e 40 de conhecimentos específicos, com peso 3, além de estudo de caso, com peso 2

 

Sobre FCC - Fundação Carlos Chagas

Instituição de direito privado e sem fins lucrativos, a Fundação Carlos Chagas (FCC) concentra suas atividades em duas grandes áreas: pesquisa/educação e organização de concursos/processos seletivos. A banca pode ser contatada pelo telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

concursosconcursos ms (mato grosso do sul)concursos 2022concursos sp (são paulo)provas anteriores

Comentários

Mais Lidas