MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso do Senado: inscrições para 1.002 vagas terminam hoje, às 16h

Carreiras em disputa no concurso do Senado pagam até R$ 33,4 mil. Há chances para postos de analista, advogado, consultor e policial legislativo

Concurso do Senado: fachada do Congresso Nacional, sede das duas Casas do Poder Legislativo brasileiro
Concurso do Senado: fachada do Congresso Nacional, sede das duas Casas do Poder Legislativo brasileiro - Jefferson Rudy/Agência Senado
Samuel Peressin

Samuel Peressin

[email protected]

Publicado em 21/09/2022, às 07h44 - Atualizado às 07h56

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Esta quarta-feira (21) é o último dia para quem pretende prestar oconcurso do Senado: o prazo para inscrição termina às 16h (de Brasília).

Originalmente, a seleção contava com 1.014 vagas (entre imediatas e cadastro reserva), número que acabou reduzido para 1.002 após retificação dos editais

Voltadas a profissionais de nível superior, as oportunidades oferecem salários iniciais entre R$ 19.427,79 e R$ 33.461,68 (confira a distribuição dos cargos mais abaixo).

Os interessados em concorrer a um dos postos devem realizar a inscrição pelo site www.conhecimento.fgv.br. As taxas de participação variam de R$ 55 a R$ 94.

+ Veja o passo a passo de como se inscrever

Em caso de dúvidas, os candidatos podem obter mais informações com a Fundação Getulio Vargas (FGV), banca que organiza a seleção, por meio do telefone 0800 283 4628, além do e-mail [email protected].

Ofertas dos editais

Das 1.002 vagas em disputa no concurso do Senado, 22 são para contratação imediata e 980 para formação de cadastro reserva (CR). Distribuídas entre cinco editais, as oportunidades são para carreiras de:

  • analista (12 postos imediatos + 688 CR) — salário de R$ 25.897,76;
  • advogado (1 + 19 CR) — salário de R$ 33.461,68;
  • consultor (2 + 100 CR) — salário de R$ 33.461,68;
  • policial legislativo (7 + 173 CR) — salário de R$ 19.427,79.

+ Web Stories JC Concursos: INSS está com inscrições abertas para 1.000 vagas

Os cargos de consultor, policial legislativo e analista (especialidades administração, processo legislativo e registro e redação parlamentar) podem ser disputados por profissionais com curso superior em qualquer área.

As demais funções de analista cobram graduação em áreas específicas (arquivologia, assistência social, contabilidade, enfermagem, informática e engenharia). Já o emprego de advogado é destinado a bacharéis em direito.

+ Tire dúvidas sobre os editais do Senado

Distribuição das vagas

  • analista legislativo — administração (2 vagas imediatas + 248 CR);
  • analista legislativo — arquivologia (1 + 14 CR);
  • analista legislativo — assistência social (1 + 9 CR);
  • analista legislativo — contabilidade (1 + 19 CR);
  • analista legislativo — enfermagem (1 + 19 CR);
  • analista legislativo — engenharia eletrônica e telecomunicações (1 + 9 CR);
  • analista legislativo — engenharia do trabalho (1 + 4 CR);
  • analista legislativo — processo legislativo (1 + 249 CR);
  • analista legislativo — informática/análise de sistemas (1 + 59 CR);
  • analista legislativo — informática/análise de suporte de sistemas (1 + 39 CR);
  • analista legislativo — registro e redação parlamentar (1 + 19 CR);
  • advogado (1 + 19 CR);
  • consultor legislativo — orçamento e direito financeiro (1 + 9 CR);
  • consultor legislativo — orçamento e análise econômica (10 CR);
  • consultor legislativo — assessoramento legislativo/agricultura (4 CR);
  • consultor legislativo — comunicações e tecnologia da informação (4 CR);
  • consultor legislativo — desporto e cultura (3 CR);
  • consultor legislativo — direito civil, processual civil e agrário (4 CR);
  • consultor legislativo — direito constitucional, administrativo, eleitoral e processo legislativo (5 CR);
  • consultor legislativo — direito do trabalho e direito previdenciário (1 + 3 CR);
  • consultor legislativo — direito econômico e regulação, direito empresarial e do consumidor (3 CR);
  • consultor legislativo — direito internacional público, relações internacionais e defesa nacional (3 CR);
  • consultor legislativo — direito penal, processual penal, penitenciário e segurança pública (4 CR);
  • consultor legislativo — direito tributário e direito financeiro (5 CR);
  • consultor legislativo — direitos humanos e cidadania (4 CR);
  • consultor legislativo — economia do trabalho, renda e previdência (3 CR);
  • consultor legislativo — economia regional e políticas de desenvolvimento urbano (3 CR);
  • consultor legislativo — educação (4 CR);
  • consultor legislativo — meio ambiente (4 CR);
  • consultor legislativo — minas e energia (4 CR);
  • consultor legislativo — política econômica e finanças públicas (4 CR);
  • consultor legislativo — política econômica e sistema financeiro (3 CR);
  • consultor legislativo — políticas microeconômicas (3 CR);
  • consultor legislativo — pronunciamentos (3 CR);
  • consultor legislativo — saúde (4 CR);
  • consultor legislativo — transportes (4 CR).
  • policial legislativo (7 + 173 CR).

Etapas do concurso do Senado

As provas objetiva e discursiva estão marcadas para 6 de novembro — apenas para os concorrentes a advogado e consultor, a segunda avaliação ocorrerá no dia 27 do mesmo mês.

Com aplicação em todas as capitais brasileiras, os exames abordarão conteúdos sobre língua portuguesa, língua inglesa, raciocínio lógico matemático, legislação, conhecimentos em direito e conhecimentos específicos.

Ainda sem datas definidas, as demais etapas do processo seletivo incluem:

  • exame prático de taquigrafia para analista — registro e redação parlamentar;
  • análise de títulos para advogado e consultor (todas as especialidades);
  • exames psicotécnico e de sanidade física e mental, teste físico e investigação social para policial legislativo.

A seleção terá validade de dois anos, a contar da homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério do órgão, conforme estabelecem os editais.

Baixe os editais do concurso do Senado

Confira as principais datas do cronograma

  • Inscrições:  23 de agosto a 21 de setembro

  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: de 23 a 25 de agosto

  • Pagamento da taxa de inscrição: até 23 de setembro

  • Provas: 6 e 27 de novembro

+++ O JC Concursos disponibiliza mais detalhes sobre o processo seletivo, como atribuições, conteúdo programático e cronograma, na página do concurso do Senado

Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso Senado 2023

Senado Federal
Vagas: 1002
Taxa de inscrição: De R$ 55,00 Até R$ 94,00
Cargos: Técnico, Analista, Consultor
Áreas de Atuação: Segurança Pública, Administrativa, Judiciária / Jurídica
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 19427,79 Até R$ 33461,68
Organizadora: FGV
Estados com Vagas: DF
Cidades: Brasília - DF

+ Agenda do Concurso

19/10/2022 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
21/10/2022 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
06/11/2022 Prova Adicionar no Google Agenda
concursos autorizadosconcursos abertosconcursos 2024provas anteriores

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.