MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

Veja preço do arroz importado pelo governo após enchentes no RS causar desabastecimento

Conab anunciou a importação de até 1 milhão de toneladas de arroz para garantir abastecimento e conter especulação de preços; Saiba os detalhes

Arroz em supermercado
Arroz em supermercado - Diário do Acre
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

[email protected]

Publicado em 15/05/2024, às 15h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Em meio à crise causada pelas enchentes no Rio Grande do Sul, o governo brasileiro tomou medidas para garantir o abastecimento de arroz e conter a especulação de preços

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou a importação de até 1 milhão de toneladas do grão, com preço máximo ao consumidor final de R$ 4 o quilo. A iniciativa visa minimizar o impacto das perdas na safra gaúcha, que representa 70% da produção nacional de arroz.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

Para garantir a agilidade e transparência no processo, a Conab realizará leilões públicos destinados à aquisição do produto. O primeiro leilão está marcado para 21 de maio e direcionará 104 mil toneladas de arroz para os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Pará e Bahia.

O arroz importado terá embalagem especial do governo federal com o preço máximo de venda ao consumidor claramente indicado. A ação busca evitar a manipulação de preços e garantir o acesso da população a um produto de qualidade a preço justo.

+ LGBTQIAP+: Governo do Peru inclui transexualidade como doença mental

Combate à desinformação e garantia de abastecimento

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, ouvido pelo G1, reforça que a medida não visa competir com os produtores nacionais, mas sim conter a especulação e recompor os estoques públicos. Ele ressalta que a maior parte da safra já foi colhida e que o Brasil tem arroz suficiente para atender à demanda interna.

Apesar da necessidade de importação, o governo federal segue empenhado em auxiliar os produtores do Rio Grande do Sul. O foco principal é o escoamento da produção já colhida, que enfrenta dificuldades devido à interrupção de estradas e rodovias.

Perdas e estimativas atualizadas

As chuvas no Rio Grande do Sul causaram perdas de cerca de 114 mil toneladas de arroz, impactando uma área de 22,9 mil hectares na região central do estado. As estimativas do Instituto Riograndense do Arroz (Irga) indicam que a colheita total no estado será menor do que o previsto inicialmente, ficando em torno de 7,149 milhões de toneladas.

O governo federal monitora de perto a situação e trabalha em conjunto com os estados e o setor produtivo para garantir o abastecimento de arroz em todo o país. Além da importação, outras medidas estão sendo consideradas para minimizar o impacto das perdas e auxiliar os agricultores gaúchos.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.