MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Sindicato de delegados de SP repudia representação de policiais em desfile de carnaval

Sindpesp acusa escola de samba Vai-vai de demonizar a polícia. Escola de samba afirmou que não teve a intenção de promover ataques ou provocação à polícia

Escola de samba justificou que o desfile abordou recortes históricos
Escola de samba justificou que o desfile abordou recortes históricos - Carlos Henrique Dias/g1
Pedro Miranda

Pedro Miranda

[email protected]

Publicado em 13/02/2024, às 15h55

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) emitiu uma declaração de repúdio em relação ao desfile da escola de samba Vai-Vai durante o segundo dia do carnaval paulistano, no último sábado (10). A crítica do Sindpesp se concentrou na representação dos agentes de segurança pública durante o desfile, acusando a escola de samba de demonizar a polícia.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp 

O enredo da Vai-Vai explorou o hip hop de São Paulo e contou com a participação de figuras proeminentes do gênero, como Mano Brown e KL Jay, dos Racionais MC's. No entanto, a ala intitulada “Sobrevivendo no Inferno” gerou controvérsia ao representar agentes com chifres e asas vermelhas, além de escudos com a inscrição 'Choque'.

"É de se lamentar que o Carnaval seja utilizado para levar ao público mensagem carregada de total inversão de valores e que chega a humilhar os agentes da lei", diz trecho da nota. 

Escola de samba justificou que o desfile abordou recortes históricos

O Sindpesp expressou desapontamento com o uso do carnaval para transmitir uma mensagem que, segundo eles, difama a imagem das forças de segurança pública. Em sua nota, o sindicato solicitou uma retratação pública por parte da Vai-Vai, argumentando que houve um exagero na representação dos policiais.

Em resposta, a Vai-Vai afirmou que não teve a intenção de promover ataques ou provocação à polícia. A escola de samba justificou que o desfile abordou recortes históricos e que a ala em questão foi uma homenagem ao álbum "Sobrevivendo no Inferno", lançado pelos Racionais MC's na década de 1990.

A Vai-Vai ressaltou que, na época retratada, a segurança pública em São Paulo era uma questão delicada, com altos índices de mortalidade entre a população preta e periférica, e que os precursores do movimento hip hop no Brasil eram frequentemente marginalizados e reprimidos pela polícia.

O que é representação artística? 

A representação artística pode ser realista, abstrata, simbólica ou surreal, dependendo das intenções do artista e das técnicas utilizadas. Ela pode ser baseada em observações da realidade, experiências pessoais, imaginação ou uma combinação de todas essas fontes.

Essa forma de expressão tem sido fundamental ao longo da história humana, servindo como meio de comunicação, registro histórico, expressão cultural e até mesmo como ferramenta de transformação social. Através da representação artística, os artistas conseguem inspirar, desafiar conceitos estabelecidos, provocar debate e contribuir para o enriquecimento da experiência humana.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.