MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

São Paulo vai oferecer ônibus de graça no próximo domingo, 2º turno das eleições

No início da noite de hoje (24), a Prefeitura de São Paulo anunciou que vai oferecer transporte por ônibus gratuito para quem for votar no 2º turno das eleições 2022. Saiba como usufruir do benefício

Ônibus no trânsito de São Paul
Ônibus no trânsito de São Paul - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

[email protected]

Publicado em 24/10/2022, às 20h08

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

No início da noite desta segunda-feira, 24 de outubro, a Prefeitura de São Paulo anunciou que vai oferecer transporte por ônibus gratuito para quem for votar no 2º turno das eleições 2022, marcado para o dia 30 de outubro, no próximo domingo.

“Vamos oferecer a gratuidade no segundo turno para incentivar a todos que compareçam às urnas, fortalecendo a democracia e dando a esta data sua devida importância”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes. Segundo estatísticas da administração municipal, o transporte pago não foi um impeditivo para a população votar no primeiro pleito.

Atualmente, os paulistanos pagam R$ 4,40 de tarifa de ônibus, mas podem embarcar e desembarcar em até quatro ônibus em um período de três horas. Aos domingo, o período é estendido para até 8 horas. Vale ressaltar que idosos, pessoas com deficiência e estudantes de baixa renda têm gratuidade todos os dias.

No domingo de eleições, o transporte será gratuito em qualquer linha para todas as pessoas no horário das 6h às 20h. Os passageiros poderão embarcar pela porta traseira ou dianteira sem ter de passar pela catraca. A medida tem aparo na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que recentemente autorizou prefeituras e estados de todo o país a concederem a gratuidade como forma a garantir que os eleitores tenham condições de votar.

Além da gratuidade, a prefeitura de São Paulo também vai ampliar a frota de ônibus da cidade em 41% no dia 30 de outubro. Com a medida, 2 mil veículos de transporte público a mais vão circular no domingo de votação.

+Empréstimo consignado do Auxílio Brasil vai ser suspenso? TCU aciona a Caixa

Eleições 2022: quem não votou no 1º turno pode votar no 2º

Cerca de 155 milhões de eleitores aptos a votar terão de retornar às urnas em 30 de outubro para escolher o próximo presidente da República: Bolsonaro (PL) ou Lula (PT). O petista teve desempenho melhor no primeito pleito ao receber 48,4% dos votos válidos, contra 43,2% do seu concorrente.

Quem não conseguiu comparecer no dia 2/10 pode votar normalmente no 2º turno porque tem até o dia 1º de dezembro para justificar a ausência e o procedimento pode ser feito pelo Sistema Justifica ou, ainda, pelo aplicativo e-Título. O eleitor terá o título cancelado, além de ficar sujeito a uma série de restrições, caso não justifique por mais de três eleições seguidas.

Além de finalizar as eleições para presidente, os paulistas também vão escolher o próximo governador do estado de São Paulo. A disputa será entre Tarcísio de Freitas (Republicanos) x Fernando Haddad (PT). Outros 11 estados ainda vão eleger o chefe do executivo local:

  • Alagoas: Paulo Dantas (MDB) x Rodrigo Cunha (União)
  • Amazonas: Wilson Lima (União) x Eduardo Braga (MDB)
  • Bahia: Jerônimo Rodrigues (PT) x ACM Neto (União)
  • Espírito Santo: Renato Casagrande (PSB) x Marato (PL)
  • Mato Grosso do Sul: Capitão Contar (PRTB) x Eduardo Riedel (PSDB)
  • Paraíba: João Azevêdo (PSB) x Pedro Cunha Lima (PSDB)
  • Pernambuco: Marília Arraes (Solidariedade) x Raquel Lyra (PSDB)
  • Rio Grande do Sul: Onyx Lorenzoni (PL) x Eduardo Leite (PSDB)
  • Rondônia: Coronel Marcos Rocha (União) x Marcos Rogerio (PL)
  • Santa Catarina: Jorginho Mello (PL) x Décio Lima (PT)
  • Sergipe: Rogério Carvalho (PT) x Fábio (PSD)

Os colégios eleitorais estarão abertos em São Paulo das 8h às 17h e basta levar um documento de identificação com foto. Não precisa apresentar título de eleitor. No Brasil, o voto é obrigatório somente para pessoas alfabetizadas com idade entre 18 anos completos e 70 anos. Entre 16 e 18 incompletos e após 70 anos, assim como para quem é analfabeto, é facultativo comparecer às urnas. 

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.