MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

Reajuste da gasolina, diesel e etanol: anúncio de postos pega clientes de surpresa

Rede de postos Ipiranga anunciou que a partir desta terça-feira (11) o preço da gasolina, diesel e etanol sofrerá reajuste; Saiba mais detalhes

Bomba de gasolina
Bomba de gasolina - Canva
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

[email protected]

Publicado em 10/06/2024, às 19h40

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A partir de terça-feira (11), a rede de postos Ipiranga eleva os preços da gasolina, diesel e etanol em seus postos credenciados. O reajuste, segundo a empresa, é reflexo direto da Medida Provisória 1227/24, que limita a compensação de créditos de PIS/Cofins pelas empresas. A informação é do portal G1. 

A MP 1227/24, implementada pelo governo federal na semana passada, visa restringir o uso de créditos do PIS/Cofins pelas empresas. Essa medida, embora tenha o objetivo de reduzir o déficit público, gera impactos no setor de combustíveis.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

O Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP) estima que a MP 1227/24 trará um aumento de 4% a 7% no preço da gasolina e de 1% a 4% no valor do diesel. Essa elevação se deve à dificuldade das distribuidoras em compensar integralmente os créditos de PIS/Cofins com a nova medida.

A Ipiranga, em comunicado, ressalta que repassa os custos adicionais aos revendedores, mas a decisão final sobre o preço final na bomba cabe a cada um deles. A empresa segue as normas do mercado e opera em regime de livre iniciativa e concorrência.

+ Sem acordo, Lula critica prolongamento da greve das Universidades no país

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirma que a MP 1227/24 não deve afetar a inflação. Ele se comprometeu a explicar o texto aos empresários e buscar um acordo com o Congresso Nacional.

Entidades como Brasilcom, Abicom, SindTRR, Fecombustíveis e Sindicom se manifestaram contra a MP 1227/24. Elas argumentam que a medida represará créditos e obrigará as empresas a buscarem financiamento alternativo, elevando custos e, consequentemente, o preço final dos combustíveis. As entidades alertam para o impacto negativo na inflação e no bolso do consumidor final.

Confira o comunicado na íntegra

"A Ipiranga informa que pratica uma política de preços alinhada aos parâmetros vigentes, atendendo às normas setoriais. O comunicado foi enviado pela empresa à sua rede de revendedores por meio de canal direto e privado, parte da rotina da relação comercial com a rede.

A Ipiranga reforça, ainda, que o preço é livre e a prática do preço do combustível na bomba é uma decisão do revendedor, uma vez que a empresa opera em regime de livre iniciativa e concorrência, conforme previsto em lei."

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.