MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

Pesquisas eleitorais 2022: quem mais errou no primeiro turno? Veja

Faltam apenas três dias para o segundo turno das eleições, que ocorrerá no próximo domingo, 30 de outubro. Confira a diferença entre as pesquisas eleitorais 2022

Lula e Bolsonaro lado a lado
Lula e Bolsonaro lado a lado - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

[email protected]

Publicado em 26/10/2022, às 20h05 - Atualizado em 27/10/2022, às 15h51

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Faltam apenas três dias para o segundo turno das eleições, que ocorrerá no próximo domingo, 30 de outubro. Cerca de 155 milhões de eleitores aptos a votar voltarão às urnas para escolher o próximo presidente do Brasil: Lula (PT) ou Bolsonaro (PL). As pesquisas eleitorais 2022 estão divergentes, mas o instituto que mais chegou próximo do resultado do 1º pleito, o Paraná Pesquisas, indicou nesta semana um empate técnico dentro da margem de erro. 

Segundo o levantamento, o petista tem 50,2% das intenções de votos válidos, excluindo brancos, nulos e indecisos, enquanto o candidato do Partido Liberal tem 49,8%. Com 0,4 ponto percentual, essa é a menor diferença medida pelo Paraná Pesquisas até o momento. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.    

Às vésperas das eleições do 1º turno, o instituto apontou que Lula tinha 47,10% dos votos contra 40% de Bolsonaro. Apesar de não cravar o resultado, foi o que menos errou. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-presidente obteve 48,43% dos votos válidos (57.259.504) e o atual, 43,20% (51.072.345). 

A abstenção alcançou 32.770.982 e representou 20,95%. Os votos nulos foram 3.487.874, o que corresponde a 2,82% do total de votos. Já os votos em branco somaram 1.964.779 (1,59%). 

+Tarifa social de energia elétrica: você pode ter direito ao benefício e não sabe

Pesquisas eleitorais 2022: quem errou mais?

Abaixo, o JC Concursos compilou as últimas pesquisas divulgadas antes do primeiro turno, realizado em 2 de outubro, feitas por 10 dos principais institutos - que aparecem na ordem de quem errou mais para o que mais acertou: o Paraná Pesquisas, que apresentou a menor diferença por ponto percentual entre os candidatos (7,1). Confira abaixo:

pesquisa eleitoralÀ CNN Brasil, a cientista política Nara Pavão, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), afirmou que a diferença pode ser explicada pelo "voto útil", quando a pessoa deixa de votar no seu candidato de preferência, com quem mais se identifica, para votar contra um outro candidato que está bem colocado na disputa para que ele não ganhe.

Nas redes sociais, algumas pessoas afirmaram que os apoiadores de Bolsonaro não teriam revelado seus votos nas pesquisas justamente para gerar o descrédito dos institutos. Teoria da conspiração ou não, fato é que foi exatamente o que Bolsonaro fez assim que acabou o primeiro pleito.

Ele chegou a pedir que a Polícia Federal investigasse as entidades, mas deixou de fora as que apontavam sua vitória, como a Brasmarket - a que figura no topo das que mais erraram o resultado. Contudo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou as investigações. Vale lembrar que as pesquisas fazem apenas uma projeção e, portanto, não necessariamente vão revelar exatamente o resultado.

+Cuidado com o seu cachorro: foram identificados novos petiscos contaminados

Quem não votou no 1º turno pode votar no 2º

Quem não conseguiu comparecer no dia 2/10 pode votar normalmente no 2º turno porque tem até o dia 1º de dezembro para justificar a ausência e o procedimento pode ser feito pelo Sistema Justifica ou, ainda, pelo aplicativo e-Título. O eleitor terá o título cancelado, além de ficar sujeito a uma série de restrições, caso não justifique por mais de três eleições seguidas.

Assim como aconteceu no primeiro turno das eleições gerais, no segundo turno a hora de votação será unificada, o que significa que a votação ocorrerá das 8h às 17h pelo horário de Brasília. Cidades com fuso horário diferente devem se adequar, iniciando mais cedo ou mais tarde e finalizando antes ou depois, por conta de fuso horário diferente do de Brasília. São elas:

  • Todas do Acre: das 6h às 15h;
  • 11 municípios do Amazonas: das 6h às 15h (Amaturã, Atalais do Norte, Benjamin Constant, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Tabatinga e São Paulo de Olivença;
  • Nas demais cidades do Amazonas: das 7h às 16h;
  • Todas dos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima: das 7h às 16h;
  • Em Fernando de Noronha: das 9h às 18h.

Além de finalizar as eleições para presidente, o próximo dia 30 demandará também a escolha de governadores em 12 unidades da federação e prefeitos em 8 municípios onde os prefeitos eleitos em 2020 tiveram o mandato ou o registro cassados pela Justiça Eleitoral.

As cidades com eleição suplementar para prefeito são: Cachoeirinha (RS); Cerro Grande (RS); Entre Rios do Sul (RS); Joaquim Nabuco (PE); Pesqueira (PE); Pinhalzinho (SP); Vilhena (RO); e Canoinhas (SC).

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.