MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

Oito corpos são encontrados em Terra Indígena Yanomami em Roraima

PF investiga oito mortes em Terra Indígena Yanomami em possível retaliação a garimpeiros. Uma comitiva do governo federal chegou a Roraima na última segunda-feira

Corpos encontrados na Terra Indígena Yanomami serão levados para o IML de Boa vista
Corpos encontrados na Terra Indígena Yanomami serão levados para o IML de Boa vista - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

[email protected]

Publicado em 02/05/2023, às 20h13

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Polícia Federal investiga possível retaliação contra garimpeiros após a descoberta de oito corpos na Terra Indígena Yanomami, em Roraima, na última segunda-feira (1º). Segundo informações preliminares, as vítimas não seriam indígenas, o que reforça a hipótese de uma ação de represália.

O Ministério dos Povos Indígenas afirmou aguardar informações das autoridades locais sobre o caso. O governo de Roraima afirma que a responsabilidade sobre conflitos em áreas indígenas é do governo federal e que, neste momento, somente repassa informações a respeito do estado de saúde dos envolvidos no conflito.

Uma comitiva do governo federal chegou a Roraima na última segunda-feira para acompanhar o caso e visitar os indígenas feridos. O grupo se reuniu com autoridades do estado para definir ações de combate aos crimes violentos em garimpos ilegais.

+++ Vacinação contra a Covid-19 é ampliada para maiores de 40 anos em São Paulo

Corpos encontrados na Terra Indígena Yanomami serão levados para o IML de Boa vista

No último sábado (29), um indígena Yanomami morreu e outros dois ficaram feridos após ataque de garimpeiros na mesma região. Um dos alvejados é um indígena que trabalha como agente de saúde na região de Uxiu. Os feridos foram resgatados pelo Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Yanomami e estão em estado grave.

Os corpos encontrados na Terra Indígena Yanomami serão levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Boa Vista, capital de Roraima, na quarta-feira (3/5), para a realização de exames que podem ajudar na investigação.

A Polícia Federal está encarregada de apurar as mortes, que chocaram a comunidade Yanomami e reforçam o alerta sobre a violência em áreas indígenas.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.