MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Caiu no golpe do PIX? Corra! É possível pedir devolução ao banco

Mecanismo criado pelo Banco Central (BC) se acionado imediatamente pode evitar que o golpe do PIX aconteça; veja mais detalhes e saiba como funciona

Um homem segura um celular
Um homem segura um celular - Agência Brasil - Golpe do PIX
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

[email protected]

Publicado em 21/08/2022, às 18h25

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Muitos brasileiros desconhecem, mas existe um mecanismo no qual é possível acioná-lo para garantir a devolução do banco caso você tenha caído no golpe do PIX. Continue neste post para aprender a como reaver o dinheiro perdido em fraude. 

Foi vítima de golpe? A primeira opção é ligar imediatamente para o seu banco para solicitar o Mecanismo Especial de Devolução (MED) do PIX. Vale ressaltar que apenas a confecção de um Boletim de Ocorrência (BO) não garante o bloqueio imediato. 

++++ Receita libera consulta ao 4º lote de restituição do Imposto de Renda nesta semana; veja

Você sabe o que é o Mecanismo Especial de Devolução do PIX?

O Mecanismo Especial de Devolução (MED) trata-se de uma ferramenta criada pelo Banco Central (BC) com o intuito de auxiliar as vítimas de fraudes com o PIX. Neste caso, assim que o cliente de uma instituição financeira perceber uma suspeita de golpe, deve entrar imediatamente em contato com o seu banco. Esse contato pode ser realizado por meio de canais oficiais, como o SAC, ouvidoria ou chats de aplicativos. 

Certifique-se de registrar um boletim de ocorrência na delegacia. Lembramos que o novo recurso se aplica a fraudes comprovadas, não a arrependimentos de pagamento. Também impede transferências via PIX preventivamente se o banco da conta do destinatário suspeitar que se trata de uma situação fraudulenta.

Realizei o comunicado, o que irá acontecer? 

Se você notificar seu banco, ele deverá notificar a instituição financeira do golpista de que a transação pode ser fraudulenta. O dinheiro será então congelado preventivamente por 72 horas e o destinatário notificado. Então, se não fosse fraude, ele poderia entrar em contato com a agência para esclarecer o caso.

Uma vez bloqueado, tanto o pagador quanto o potencial golpista/agência de fraude têm até 7 dias para analisar o caso e garantir que ele seja realmente fraudulento. Se confirmado, a instituição operadora de destino devolve os fundos ao pagador, que deve ser creditado na conta do cliente. 

O mecanismo não é aplicado para alguns casos, como quando usuário realizou um pix por engano; digitando uma chave errada, controvérsias comerciais entre os usuários e nos casos de transações com suspeita de fraude nos quais os valores foram destinados à conta de um terceiro de boa-fé. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.